O PIANISTA GUSTAVO FIGUEIREDO RESGATA OS BONS COMPOSITORES BRASILEIROS

05 dezembro, 2018
O pianista mineiro Gustavo Figueiredo apresenta novo projeto em que faz uma viagem sonora com músicas de grandes compositores brasileiros que marcaram gerações e que ainda fazem história. Com clima envolvente, elegante, com sonoridade jazzística e pegadas de MPB, samba, choro e baião, Gustavo Figueiredo forma o trio ao seu lado com o baixista Adriano Campagnani e o baterista Felipe Continentino.

"A proposta é resgatar o legado musical deixado pelos compositores que foram grandes ícones da história da música brasileira e cujas canções não são frequentemente tocadas nas rádios. É uma honra tocar músicas desses grandes músicos e poder apresentá-las para as novas gerações. Escolhi compositores com quem tenho afinidade musical".

No repertório, canções de Dori Caymmi, Pixinguinha, Ary Barroso, Tom Jobim, Luiz Gonzaga, Djavan e Milton Nascimento. Além de enaltecer os grandes compositores brasileiros, é uma oportunidade de difundir a linguagem do jazz trabalhando vários elementos musicais e a criatividade dos arranjos, sempre com o objetivo de transformar a música, nunca deixá-la monótona e sempre surpreender os ouvintes.



Gustavo Figueiredo lançou em 2014 seu primeiro disco solo - { trio } - acompanhado pelo contrabaixista Pablo Souza e pelo baterista Marcio Bahia, mostrando a força da música das Minas Gerais em sinergia com o jazz contemporâneo. Neste trabaho, um repertório cheio de nuances e atmosferas muito particulares em 9 composições, 8 delas autorais e 1 composição de Milton Nascimento - "Canção do Sal".
Confira a entrevista realizada na época do lançamento do disco - https://goo.gl/YE7Gt3

{trio}