MIDNIGHT MCCARTNEY

08 novembro, 2015
Um Beatle é sempre um Beatle.
Independente de época, a influência dos integrantes do quarteto de Liverpool vai aparecer em trabalhos diversos, e no jazz a fórmula é muito interessante.

Mais uma vez, John Pizzarelli resgata toda essa magia com mais um tributo - Midnight McCartney, uma coleção de temas originais de Paul McCartney da época pós Beatles.
Pizzarelli não esconde a admiração por McCartney, e faz questão de mostrar essa afinidade pelos álbuns solo do beatle "Pipes of Peace" (1983) e "Tug of War" (1984).

Eles já estiveram juntos no estúdio em "Kisses on the Bottom", álbum de McCartney de 2012, e daí surgiu a ideia de criarem um trabalho com novos arranjos, em um resgate do catálogo desde os tempos do Wings. McCartney sugeriu para Pizzarelli um repertório nem tão conhecido, como as canções "Junk", "Warm and Beautiful" e "My Valentine”; no final, foram selecionados 13 temas, que incluíram as clássicas "Coming Up", "Maybe I’m Amazed", "No More Lonely Nights", "With a Little Luck", “My Love”, "Some People Never Know" e "Silly Love Songs"

O álbum teve a co-produção de sua esposa Jessica Molaskey, que também participa nas vozes, e do pianista Larry Goldings; e traz Bucky Pizzarelli na guitarra, Martin Pizzarelli no contrabaixo, Konrad Paszkudzki no piano e Kevin Kanner na bateria, e convidados muito especiais como Helio Alves, Harry Allen, Michael McDonald e o arranjador Don Sebeski.


www.johnpizzarelli.com/