UM TRIBUTO PARA BILLIE HOLIDAY

19 abril, 2015
No ano do centenário de Billie Holiday, nada mais natural que venham as homenagens, afinal foi uma das mais surpreendentes cantoras surgidas no século passado, pela sua voz, pela sua história e pelo legado de sua música.

O cantor Jose James apresenta o belíssimo álbum Yesterday I Had the Blues - The Music of Billie Holiday, uma celebração a uma das vozes que tanto o influenciou, interpretando 9 temas escritos e revelados por Billie.
Ao seu lado, o pianista Jason Moran, o contrabaixista John Patitucci e o baterista Eric Harland; e a produção de Don Was. presidente da Blue Note, gravadora por onde o álbum foi lançado.

Para Jose James, Billie é sua mãe musical, é parte da sua memória, cuja voz era predominante em sua casa - calorosa, dramática e dolorosa; e foi uma descoberta que deu-se em um período difícil de sua adolescência, como uma fuga durante seus períodos de tristeza. Ainda afirma que a música de Billie o fez, de fato, um cantor, e o colocou no caminho que estra trilhando hoje.

No repertório, as belíssimas baladas "Good Morning Heartache", "Body and Soul" e "Tenderly"; uma roupagem bem bluesy para "Fine and Mellow", "Lover Man" e "God Bless the Child"; e um belo duo com Moran em "I Thought About You". Ainda, "What a Little Moonlight Can Do", formatada em uptempo introduzida por um intenso improviso de Moran e um Harland sempre genial; e, à capela, na melhor atmosfera spiritual, uma interpretração dos deuses para "Strange Fruit".


josejamesmusic.com/
"Ninguém canta como eu a palavra fome ou a palavra amor. 
Sem dúvida porque eu sei o que há por trás desssas palavras" 
Billie Holiday : 1915-1959