OUSADA E CRIATIVA: MELISSA ALDANA

05 agosto, 2014
Melissa Aldana Crash Trio

A chilena Melissa Aldana começou a tocar sax aos 6 anos de idade, e recebeu as primeiras lições de seu pai, também saxofonista. Naquela época, o estudo era apoiado ouvindo fitas cassetes, e no decorrer do aprendizado seu pai a pediu para escolher um tema que gostasse muito, e a escolha foi de ninguém menos que Charlie Parker.
A ainda adolescente Melissa tinha Cannonball Adderley e Michael Brecker entre seus favoritos, até conhecer o som de Sonny Rollins, e foi então que pediu ao pai para tocar sax tenor.
Aos 16 anos já estava nos palcos dos clubes de Jazz em Santiago, quando soube que o pianista Danilo Perez estaria na sua cidade em turnê local com Wayne Shorter, e ela foi atras dele pois sabia que ele era influente na Berklee College of Music. Cercado pela jovem saxofonista, Danilo Perez a convidou para tocar no Panama Jazz Festival e a ajudou para conseguir uma audição tanto em Berklee quanto no New England Conservatory.
Melissa foi aceita em ambas, e partiu para os EUA.

Assim ela conta - "Eu não fui para Berklee para aprender a tocar sax, isso meu pai me ensinou. Fui para crescer como músico, estar cercada por outros jovens músicos e aprender com os mais experientes."
Após se formar, mudou-se para NY e uma das primeiras pessoas que ela procurou foi o saxofonista George Coleman, que acabou se tornando seu mentor. Gravou seu primeiro album, "Free Fall" (2010), pela gravadora do também saxofonista Greg Osby, Inner Circle. Circulando pelos palcos da big apple, tocou com os grandes, ganhou reconhecimento e partiu para os palcos dos grandes festivais pelo mundo.
Gravou seu segundo album solo, "Second Circle" (2012), ao lado do contrabaixista Joseph Lepore, o baterista Ross Pederson e o trompetista Gordon Au. Formação ousada - sax, contrabaixo e bateria - sem instrumento harmônico, e Melissa creditou isso por, na época, estar ouvindo muito esse tipo de música e este ser o melhor meio dela expressar o que estava pensando, colocando Mark Turner e Tom Harrel entre essas influências; assim ela afirmou em entrevista para o site All About Jazz.

Crash Trio   Second Circle

Em 2013, aos 24 anos, Melissa ganhou o "Thelonious Monk International Jazz Saxophone Competition" por um juri formado por Jane Ira Bloom, Branford Marsalis, Jimmy Heath, Wayne Shorter e Bobby Watson, sendo a primeira instrumentista feminina e a primeira sul americana a ganhar a competição, recebendo ainda um contrato com a Concord Music, por onde lançou seu recente album, "Crash Trio" (2014), também em formação de trio ao lado do contrabaixista chileno Pablo Menares e o baterista cubano Francisco Mela.
A menina é ousada, muito criativa e tem a linguagem do Jazz do jeito que a gente gosta.


melissaaldana.com/