SALVEM OS POETAS, OS ANJOS E OS PALHAÇOS

11 outubro, 2013
Há um ditado que afirma que a solidão inspira os poetas, cria os artistas e estimula a genialidade daqueles que inovam. Há controvérsias, mas somos nós, espectadores deste espetáculo, que agradecemos a estes personagens que, aqui, nos envolvem com Música e, tão folclóricos e existenciais quanto inocentes, são como anjos que nos protegem e palhaços que nos proporcionam alegria.

Nuno Mindelis
São esses os protagonistas que intitulam o álbum do guitarrista Nuno Mindelis, Angels & Clowns.
É o primeiro registro de Nuno pela gravadora Shining Stone, e seu sétimo de estúdio.
Para Nuno, fazer este trabalho foi como superar um obstáculo; compor o repertório foi desafiador porque queria alcançar algo além do mundo do blues e ainda poder falar para tantas pessoas quanto possível, disse ele no encarte.
Nuno assina 10 das 13 composições, e é categórico ao dizer que antes do músico vem o poeta. O álbum foi produzido por Duke Robillard, que colocou seu grupo para acompanhar Nuno com Bruce Bears nos teclados, Brad Hallen no baixo e Mark Teixeira na bateria. Robillard também contribuiu com sua guitarra, além do vocal de Sunny Crownover, artista da Shining Stone.

A música "It´s All About Love" puxou o álbum, impulsionado pelo video-clipe gravado nas ruas do centro da cidade de São Paulo, um cenário cosmopolita onde a música atraiu a atenção de curiosos, distraídos e amantes, e colocou sorriso no rosto das pessoas em uma verdadeira representação do espírito do tema, que traz ainda o vocal de apoio de Sunny e a guitarra base de Robillard.
Na mesma onda contagiante, "It´s Only a Dream" traz novamente Robillard na base; e o próprio protagonizou a guitarra solo na funkeada "Hellbound".
O tema título traz uma onda Hendrix, afinal é uma de suas grandes influências, assim como JJ Cale, cuja atmosfera se faz presente no tema "Miss Louise".
Nuno não economizou na beleza do seu solo no epílogo de "27th Day"; e trouxe o peso de volta em "Perfect Blues", em que dialogou com o wha wha e fechou com mais um espetacular solo. Cry Baby!
Não podia faltar um slow blues, presente na instrumental "Tom Plaisir"; e um registro tradicional em "Blues in My Cabin". Para fechar,  uma onda jazzy com "Jazz Breakfast at Lakewest".

Não é a primeira vez que Nuno grava com uma base formada por músicos estrangeiros, em "Texas Bound" (1996) e "Blues on the Outside" (1999) gravou com o Double Trouble, grupo base do saudoso Stevie Ray Vaughan formado por Tommy Shannon e Chris Layton.
Nuno cada vez mais se destaca no cenário internacional, onde conhecido como "A Fera", e Angels & Clowns tem recebido boas críticas nas revistas do gênero ao redor do mundo.



Mais sobre Nuno Mindelis em  www.nunomindelis.com.br/