MORRE O GUITARRISTA JIMMY PONDER

18 setembro, 2013

O guitarrista Jimmy Ponder, um dos mais expressivos na onda do Soul-Jazz, morreu aos 67 anos, vítima de cancer.
Ponder incorporou a técnica de Wes Montgomery, tocando com o polegar, e atuou ao lado de Lou Donaldson, Houston Person, Stanley Turrentine e de grandes organistas como Charles Earland, Jimmy McGriff, Lonnie Smith, Jack McDuff e Richard Holmes.

James Willis Ponder nasceu em 10 de maio de 1946 em Pittsburg. Começou a tocar guitarra aos 11 anos quando seu irmão mais velho se apresentou na Marinha, deixando o instrumento para ele.
Praticando mais de seis horas por dia, Ponder não demorou muito para estar nos palcos e aos 16 anos se apaixonou pelo Jazz. Em uma apresentação do organista Charlie Earland em sua cidade, Ponder subiu ao palco e tocou, deixando Earland impressionado, convidando-o para integrar seu grupo, mas a mãe de Ponder disse que só ia deixá-lo ir para a estrada quando terminasse os estudos e, dois anos mais tarde, Earland voltou à cidade e novamente fez o convite, que foi prontamente aceito.
Nessa época, predominava forte a era do Hammond e o movimento do Soul-Jazz.
Seu encontro com Wes Montgomery aconteceu em Atlanta quando assistia uma apresentação dele. Aos 18 anos, um tímido e nervoso Ponder recebeu de Wes sua guitarra para que tocasse o tema "Chitlins con Carne" de Kenny Burrell, e a performance agradou o mestre. A técnica de Wes teve muita influência em seu desenvolvimento e forma de tocar, tanto que largou a palheta e passou a tocar com o polegar. Após a morte de Wes, Ponder soube que o mestre confiava a ele em levar seu legado e sua técnica de tocar adiante.

Um apaixonado pela Gibson Super 400, sua preferida.
Jimmy Ponder deixa uma grande discografia, como sideman e como líder, inclusive trabalhos em guitarra solo.
Era artista residente na Duquesne University, em Pittsburgh.

Jimmy Ponder : 1946-2013