MORRE J.J. CALE

27 julho, 2013
J.J. Cale : 1938-2013
Mais um que partiu !
J.J. Cale morreu aos 74 anos vítima de um ataque do coração. Ele estava internado no Scripps Hospital em La Jolla, California.
Um gigante do Blues-Rock e autor de clássicos como Cocaine, After Midnight e Call me the Breeze, entre muitos outros.
Para J.J. Cale, a música não era uma escolha, era tudo que ele sabia.

John Weldon Cale nasceu em 5 de dezembro de 1938 em Oklahoma. Compositor, guitarrista e vocalista, seu som passeava pelo Blues, Rockabilly e Country com a maior naturalidade.
Começou a tocar guitarra nos clubs de Tulsa nos anos 50 tocando Rock e o som das bandas de swing ao lado de Leon Russel. Em 1964 partiu para Los Angeles e trabalhou como engenheiro de estúdio e tocou com Delaney & Bonnie por um tempo, alcançando sua carreira solo em 1965 com a primeira versão de After Midnight, que se tornaria um dos seus mais famosos temas.

Lançou seu primeiro álbum, Naturally, em 1971, que emplacou os temas Crazy Mama, uma nova versão de After Midnight e Call me the Breeze. J.J. Cale tinha 32 anos quando gravou este álbum e pensava que estava velho demais para gravar, e brincava dizendo que deveria estar deitado numa rede. Cale tinha aversão a longas turnês e permaneceu obscuro por décadas. Uma vez afirmou ser um compositor de sorte por Clapton ter ouvido um de seus temas, afinal ele mesmo não fazia parte do showbiz.
Nunca teve a intenção de ser famoso.

Foi uma grande influência para Eric Clapton, que gravou e deu muito destaque aos temas After Midnight e Cocaine, em versões incendiárias no album ao vivo Just on Night (1979), I’ll Make Love To You Anytime (Backless, 1978), Travelin’ Light (Reptile, 2001) e Angel, que está em seu último album Old Sock (2013). Uma vez perguntado sobre a pessoa que mais admirava, Clapton não exitou em responder que era J.J. Cale. Assim como Neil Young, que disse que de todos os que já tinha ouvido, tinha Hendrix e J.J. Cale como seus guitarristas preferidos.

Ainda com Clapton, gravaram juntos o album The Road To Escondido (2006, Reprise Rec), premiado com o Grammy pelo melhor álbum de Blues Contemporâneo.
J.J. Cale: 1938-2013