UM TRIBUTO PARA NINA SIMONE NA VOZ DE MORGAN JAMES

03 maio, 2013
Morgan JamesMorgan James nasceu em Boise, a capital e a mais populosa cidade do estado de Idaho.
Inicou os estudos de música e canto aos 13 anos quando morava na Carolina do Norte, local que deixou aos 18 para ingressar na Juilliard School, em New York. Inicialmente estudou canto lírico, mas tomou o rumo para o teatro musical, o que levou sua carreira para Broadway e deu a ela a oportunidade de participar de vários musicais. Hoje é integrante do espetáculo "Motown: The Musical", em cartaz no coração da Times Square.

E ela resume um pouco dessa trajetória  -
"Por muito tempo eu não estava certa sobre o que fazer com a minha voz, que não combinava muito com o que eu estava fazendo, então experimentei um monte de coisas para encontrar meu caminho".
E realmente encontrou. Circulou pelos clubes de jazz e tornou-se uma das mais surpreendentes vozes que surgiram nos últimos tempos, com um estilo muito próprio numa fusão do soul, do R&B e do jazz.
Assinou com a Epic Records e lançou seu primeiro álbum solo, Morgan James Live, A Celebration of Nina Simone, gravado ao vivo no Dizzy´s Club Coca Cola.

O álbum tem produção dela e de Mary Ann Topper, e a escolha deste tributo a Nina Simone não podia ser melhor, uma das artistas mais eloquentes do jazz e da música negra americana, que incorporava como ninguém, em sua plenitude, os spirituals, o lamento e a melancolia. É justamente essa inspiração que a levou a interpretar a diva, sentindo-se atraída por esse lado negro e ao mesmo tempo admirada pela forma como Nina nunca fugiu de sua tristeza.
Neste album de estreia, Morgan James está acompanhada por um time de primeira formado por Clarence Penn bateria, Doug Wamble guitarra, David Cook piano, David Finck contrabaixo e Ron Blake sax.

Morgan JamesNo repertório, a balada Don´t Explain (Billie Holiday);
o blues de várias formas em Tell me More and More and Then Some (Billie Holiday)Nobody Knows You When You´re Down and Out (Jimmie Cox)I Put a Spell on You (Jay Hawkins);
resgata o standard My Man´s Gone Now (Gershwin);
coloca a atmosfera soul nos temas Trouble in Mind (Richard Jones), que também foi interpretado por Cannonbal Adderley e Janis Joplin, e Save Me (Aretha Franklin);
e os imortais temas Little Girl Blue (Rodgers & Hart)Be my Husband (Andrew Stroud), My Babe Just Cares for Me (Walter Donaldson) em andamento acelerado, e a clássica Don´t Let Me Be Misunderstood (Bennie Benjamim), estes que foram bem marcantes na voz de Nina.

Um bela homenagem.
morganjamesonline.com/

Os originais de Nina Simone encontram-se nos seguintes albuns -
Don't Let Me Be Misunderstood, Save Me e I Put a Spell on You : Ne Me Quitte Pas (1954);
Be My Husband, Nobody Knows You When You're Down and Out, Trouble in Mind e Tell Me More and More and Then Some : Pastel Blues (1965);
My Baby Just Cares For Me, Don't Explain e Little Girl Blue : Let It All Out (1966);
My Man´s Gone Now : Sings the Blues (1967);
Funkier Than A Mosquito's Tweeter : It Is Finished (1974).