HOMENAGEM ÀS MULHERES

08 março, 2013
A celebração do Dia Internacional da Mulher surgiu na virada do século XX no calor da revolução industrial com a entrada da mão de obra feminina nas indústrias. Naquela época, nesta data, elas se manifestaram por melhores condições de vida, trabalho e remuneração, e numa destas manifestações, reprimida com muita violência, acabou tragicamente com a morte de centenas delas.
A data de 8 de março foi estabelecida durante uma conferência internacional feminina realizada na Dinamarca em 1910 e só foi oficializada pela ONU em 1977.
A data nos dias de hoje nem carrega mais o contexto político original, hoje é uma comemoração pelas conquistas e respeito alcançados.

Este espaço já dedica permanentemente uma homenagem às mulheres. Já temos uma seção só para ELAS, que tocam, que cantam; mas hoje dia é dia de todas elas. Celebramos então a existência daquela que nos gera, nos alimenta, nos educa e àquelas que se transformam ao longo da nossa vida, que nos encontram, que se encontram, as tristes, as felizes, as que amam, erram, acertam, tentam, se apaixonam, que vivem a intensidade da vida e que são companheiras da nossa existência.

Para esta homenagem, o registro do trabalho do saxofonista italiano Stefano Di Battista intitulado Woman´s Land (2011), um tributo às mulheres, um projeto que nasceu do desejo de contar em música a beleza, a coragem e a força da figura feminina, neste álbum estão reverenciadas a cantora americana Ella Fitzgerald, a atriz Anna Magnani, a neurologista Rita Levi, a astronauta russa Valentina Tereshkova, Molly Bloom, Coco Chanel e a personagem Lara Croft. São 12 temas ilustrando todas essas mulheres.

E um time da pesada acompanha Di Battista - Jonathan Kreisberg guitarra, Jeff Ballard bateria, Francesco Puglisi contrabaixo, Julian Oliver e Robert Tarenzi piano, Fabrizio Bosso trompete e a presença do nosso ilustre Ivan Lins.