UMA BIG BAND PARA A MÚSICA DE METHENY E MAYS

12 março, 2013
Bob Curnow nasceu e cresceu em Easton, Pensylvania. Iniciou na música aos 9 anos de idade aprendendo trompete, barítono sax e finalmente trombone. Encantou-se com a música da orquestra de Stan Kenton, até que o encontrou pessoalmente em 1961 durante um evento denominado Stan Kenton Band Clinics. Em 1963, 1 dia após graduar-se na West Chester University of Pensylvania e na época com 21 anos, ingressou na orquestra do ídolo como trombonista para uma turnê por toda a América, tornando-se um dos arranjadores do lider e mais tarde tambem produtor.
Curnow alcançou uma ilustre carreira como educador de Jazz e tem a grande honra de estar inserido no Hall of Fama da IAJE (Internationl Association of Jazz Education), onde também estão Louis Armstrong, Stan Kenton, Duke Ellington, Count Basie , Woody Herman, Benny Carter, e muitos outros.

Curnow antenou-se com a música contemporânea e logo foi envolvido pela sonoridade do Pat Metheny Group. A ideia de criar um trabalho baseado nos temas de Pat Metheny e Lyle Mays amadureceu e em 1994 lancou Bob Curnow’s L.A Big Band Plays the Music of Pat Metheny and Lyle Mays, lançado na época pela MAMA Records.
Neste primeiro volume, interpretações de First Circle e If I Could (First Circle), Letter From Home, Have You Heard e Are We There Yet? (Letter form Home), Minuano, It's Just Talk e In Her Family (Still Life) e Always and Forever e See the World (Secret Story), todas interpretadas no idooma de uma Big Band .
O album ganhou repercussão por todo o mundo e tornou-se o mais vendido da história da gravadora.

O próprio Metheny sentiu-se honrado com este tributo, disse ele na época para a MIX Magazine –
“Tenho que admitir que estou realmente sensibilizado por tudo que eu ouvi. Não sabia o que esperar e estava um pouco apreensivo, mas quando ouvi isso fiquei extasiado, senti que a banda de Curnow está com a vibração certa.”

E quase duas décadas após o lançamento do primeiro volume, Curnow e sua Big Band nos apresenta um novo tributo, The Music of Pat Metheny & Lyle Mays Volume 2.

Bob Curnow Big Band: The Music of Metheny & Mays
Na contra-capa do novo album, Curnow desabafa sobre o desafio de produzir um CD de Big Band nos dias de hoje, afirmando ser desencorajador; e ressalta a necessidade de muita ajuda, músicos talentosos e muitos e muitos bons amigos. Mas para nós, ouvintes, é um resultado maravilhoso ouvir a música de dois gênios em interpretações intensas, cheios de ataques de metais e arranjos muito bem escritos, respeitando a estrutura melódica dos temas originais.

A música de Pat Metheny já  foi interpretada por inúmeros artistas em todos os formatos, na textura erudita do violão solo de Jason Vieaux, nas vozes de Kurt Elling e Anna Maria Jopek, no sopro de Wallace Roney, no jazz contemporâneo de Alex Sipiagin e em grandes formações como a Metropole Orchestra, entre muitas outras interpretações.

Para os "methenymaníacos", como eu, ouvir os clássicos temas interpretados com tanta originalidade e criatividade é um grande presente.

E Curnow fala sobre este projeto, diz ele –
"A música de Pat e Lyle sempre foi uma grande inspiração para mim. Minha decisão sobre o que fazer sempre foi baseada pela curiosidade em obter o que eles realmente queriam dizer com  a música. E analisar uma música é sempre um desafio. Quando escrevi o primeiro álbum sobre a música de Metheny-Mays, não tinha planos de criar um novo álbum, mas as músicas foram se desenvolvendo e o grupo estava cada vez melhor."

O repertório deste segundo volume explora bastante as composições do álbum Speaking of Now com os temas A Place In the World, The Gathering Sky, You, Afternoon e Wherever You Go; e traz também os temas Follow Me, The Heat of the Day e As It Is (Imaginary Day),  And Then I Knew (Secred Story), a clássica James (Off Ramp) e uma composição inédita, Chet´s Call, um tema nunca gravado pelo PMG mas que tem seu registro em uma apresentação ao vivo em 1985, e que foi escrita para uma apresentação com Charlie Haden, Billy Higgins e Chet Baker que nunca aconteceu.

Para os amantes da música de Metheny e Mays, um registro obrigatório.

Bob Curnow Big Band

A Bob Curnow Big Band é formada por Don Goodwin piano, Kyle Smith guitarra, Brian McCann contrabaixo e Dan Cox, Michael Waldrop e Dru Heller revezando-se na bateria;
e nos sopros -
sax : Todd Delguidice, Dick Hubbard, Vanessa Sielert, Dave Fague, Cameron LaPlante, Jeremy Hamilton, Gary Edighoffer, Jessica Leek e Matt Thistle;
trompetes : Terry Lack, Jim Philips, Andy Plamondon, Vern Sielert, Larry Jess, Tim Larkin e Liz Bradstreet;
trombones : Rob Tapper,  Tim Lienhard, Andrew Fudge, Al Gemberling, Jenny Kellogg, Devin Otto, Holly Amend e Bill Foster.

Os CDs, assim como todos os arranjos dos álbuns, estão disponíveis no site da Sierra Music.



Mais Pat Metheny -

What´s All About Orchestrion Unity Band What´s All About