A ORQUESTRA DE UM HOMEM SÓ

15 janeiro, 2013
Mecatrônica é a ciência que promove a integração das engenharias mecânica e eletrônica, suportada por controles inteligentes e automatizados e uso de programação de computadores. Uma invenção poderosa, cujos sistemas são constituidos por sensores que captam as informações e as passam às partes mecânicas e elétricas para realizar uma determinada função. Um dos componentes que compõem essa arquitetura é a válvula solenóide pneumática, um dispositivo eletro mecânico que tem por finalidade prover ação mecânica a partir de impulsos elétricos.

OrchestrionAgora imagine toda essa inteligência, formada por um arquitetura engenhosa de engenharia e tecnologia da informação, aplicada na música. Sim, é real.
E podemos ver isso ao vivo no DVD The Orchestrion Project, do guitarrista Pat Metheny.
Quando o álbum de estúdio foi lançado em 2009, tornou-se um dos registros mais fascinantes de um trabalho solo, cuja execução dos instrumentos, que seria realizada por músicos, aqui são substituídos por máquinas que traduz em sons os movimentos e ritmos de instrumentos de percussão, piano, vibrafone, baixo elétrico e violões. E os instrumentos são reais. Um álbum que já era bom e que ficou mais surpreendente frente a imagem e som mostrados no DVD.
Até imaginava toda essa parafernália eletrônica fazendo música, mas não conseguia visualizá-la de fato.
As turnês deste álbum necessitavam de uma logística absurda para transporte e montagem dos equipamentos, suportados por uma engenharia de áudio e processamento de informações muito avançados.

Metheny tem em sua discografia excelentes trabalhos solo, desde seu primeiro e espetacular New Chatauqua (1979, ECM) até One Quiet Night (2003, Nonesuch) e What´s All About (2012, Nonesuch), em que fez uso do violão barítono e afinações não tradicionais.
Orchestrion é surpreendente, inovador, mágico.
Para ter a melhor acústica possível para gravar as sessões do DVD, Metheny escolheu uma igreja no Brooklin, local onde passou meses desenvolvendo o trabalho, sem público, com um belo cenário e com uma filmagem em foco de todos os instrumentos sendo tocados.
No repertório, a íntegra do álbum homônimo, revisita os temas Sueño con Mexíco (New Chatauqua), 80/81-Broadway Blues (80/81 e Bright Size Life), Tell Her You Saw Me (Secret Story), Antonia (Secret Story) e faz dois temas em improvisação livre.  Cerca de 90 minutos de música e um DVD extra com o Making Of do álbum e uma entrevista com Metheny.
Na apresentação, Metheny faz uso de loops e utiliza as guitarras tradicional e sintetizada, violões e o exótico Pikasso de 42 cordas.

Para Metheny, este projeto reflete uma homenagem ao seu avô materno, que foi um grande músico, trompetista, tocava banjo, cantava e que tinha em sua coleção de instrumentos um piano fabricado no início do século passado e que foi motivo de muita diversão durante sua infância, além dele ter sido o responsável por tê-lo introduzido na música.
Isso é algo que eu sonho desde que eu tinha 9 anos de idade”, disse Metheny.

Pat Metheny


Orchestrionics é o termo usado por Metheny para descrever o método de desenvolver música usando instrumentos acústicos e eletro acústicos que são controlados mecanicamente de várias formas, usando solenóides e pneumáticos. Assim, com a guitarra, uma caneta e teclados, consegue criar toda uma ambiência e por cima destas camadas de sons coloca a guitarra como um componente de improvisação.
O grande responsável pela arquitetura deste projeto chama-se Eric Singer, líder de uma empresa de tecnologia localizada no Brooklin, NY, denominada LEMUR, League Of Electronic Musical Urban Robots - http://lemurbots.org.

Nesta composição instrumental, o set de bateria foi cedido por Jack DeJohnette, o vibrafone por Gary Burton, o GuitarBot inventado pela LEMUR, além de todo o suporte da Yamaha para a configuração dos Disklaviers. Outro elemento importante na música da Orchestrion foi provido pela Peterson Company, de Chicago, que criou um conjunto de garrafas afinadas cromaticamente e que produzem sons.
A idéia nasceu da cabeça de Metheny quando, em 2008, chegou para Eric Singer e disse que queria realizar um trabalho com uma banda de apoio suportada inteiramente por instrumentos robóticos. E a resposta foi objetiva – “Nós podemos fazer isso”.

O álbum de estúdio foi gravado no MSR Studios em New York e contou com a engenharia de som de Joe Ferla, que carrega mais de 40 anos de experiência no assunto e trabalhou com John Coltrane.
Orchestrion foi eleito como melhor álbum de Jazz pela eleição da Downbeat Readers Poll na sua edição 75 em 2010 e terá um relançamento em disco duplo no final de janeiro de 2013.

Mais Pat Metheny -

What´s All About Unity Band What´s All About Live at Vienna Opera House