18 DIAS E 2000 MILHAS: LIBOR SMOLDAS

18 agosto, 2012
Libor Smoldas
Ao longo de 18 dias e 2000 milhas percorridas durante sua turnê pela América em 2011, o guitarrista checo Libor Smoldas encontrou um intervalo para entrar em estúdio e registar em álbum a dimensão da sua jornada - 18 Days, 2.000 Miles.
Nesta turnê ele teve ao lado a participação do saxofonista Bobby Watson, que participa do álbum na faixa bonus "Moanin" (Timmons), gravada ao vivo no WCU Jazz Festival.
Libor faz homenagem a Wes Montgomery na faixa que abre o disco, "One For Wes Montgomery"; dedica um tema para seu filho, "Mike’s Bike"; e traz temas do baterista Tomas Hobzek, "Humblebee", e do contrabaixista Josef Feco, "Lenka", dedicada a sua esposa; e ainda os standards "It Could Happen To You" (Van Heusen) em uma empolgante versão e "Israel"(Carisi).

Libor Smoldas nasceu em Olomouc, República Checa, em 1982. Cresceu ligado na música, um estudante de trompete que aos 12 anos escolheu a guitarra como seu instrumento; e seu interesse pelo Jazz deu-se pela fascinação com as gravações de Charlie Parker. Ainda estudante na Evropska High School of Music, em Praga, começou a aparecer nas jams dos clubes de Jazz local e logo tornou-se um dos talentos emergentes no meio dos músicos jazzistas.
Aos 23 anos partiu para Freiburg, Alemanha, para participar de uma audição concorrendo a uma bolsa na prestigiada Berklee School of Music. Embora aprovado, decidiu manter-se em Praga. Sua amizade com o colega de conservatório e organista Ondrej Pivec o levou a fazer parte do Organic Quartet, liderado pelo organista, que já foi assunto aqui, junto com o baterista Tomas Hobzek e o saxofonista Jakub Dolezal, cujo grupo ganhou repercussão muito positiva e tornou-se o mais respeitado grupo de jazz da Republica Checa.

Libor SmoldasEm 2006 Libor passou a liderar seu próprio trio e três anos mais tarde partiu para New York para aprender com os mestres guitarristas Paul Bollenback, Lage Lund, Mike Moreno, Ben Monder, Steve Cardenas e Peter Bernstein.
Em 2009, gravou seu primeiro album solo, "In New York On Time", gravado em New Jersey, e contou com as participações do contrabaixista George Mraz, do pianista Sam Yahel e do baterista Jeff Ballard, um time da pesada, e o trabalho repercutiu positivamente em sua terra natal tornando-o primeiro jazzman checo a gravar com músicos de jazz consagrados. O álbum ainda teve a participação da sua esposa e cantora Vendula Smoldasova, que tem o nome artístico Zeurítia.
Em 2010, grava um álbum ao vivo, "Live at Jazz Dock", em um clube de Jazz em Praga, com um repertório totalmente autoral e acompanhado por um notável trio de amigos e músicos checos - Petr Benes no rhodes, Josef Feco contrabaixo e Tomas Hobzek bateria.
Com a ideia de que fazer música não significava ter um propósito comercial, resolve disponibilizar o trabalho gratuitamente para download em seu site - www.liborsmoldas.cz/en/download - com o objetivo de simplesmente oferecer a música para o maior público possível.


liborsmoldas.com