O ROCK PERDE UM DOS SEUS GRANDES MESTRES: JON LORD

16 julho, 2012
Jonathan Douglas Lord, Jon Lord, um dos líderes e fundadores de um dos grupos mais sensacionais e criativos da história do Rock, o Deep Purple, morre aos 71 anos vítima de uma embolia pulmonar.

Quem um dia não se entusiasmou com o Hammond deste gigante que introduziu no Rock a orquestra sinfônica em 1969, em um concerto no Royal Albert Hall registrado no clássico album Concerto for Group and Orchestra a frente do Deep Purple com a Royal Philharmonic Orchestra.
Um mestre dos riffs no Hammond, entre muitas obras primas a introdução frenética do tema Lazy (Made in Japan, 1972), colocando o instrumento definitivamente no caminho do bom e velho clássico Rock.
Participou no final dos anos 70 do Whitesnake ao lado de David Coverdale, companheiro de banda na segunda formação do Deep Purple. Em 2003, sua raiz rhythm & blues o levou a liderar um grupo chamado Hoochie Coochie Men, em reverência a Willie Dixon, grupo que lançou dois discos  Live at the Basement (2003) Danger White Men Dancing (2007).

Em 2011 recebeu grau honorário de Doutor em Música pela Universidade de Leicester, sua cidade natal.

Jon Lord nasceu em Leicester, Inglaterra, em 9 de junho de 1941. Seu pai o introduziu na música e o estimulou a ter as primeiras aulas de piano e na adolescência encantou-se com o orgão no jazz ao ouvir Jimmy Smith e com o estilo rocker do piano de Jerry Lee Lewis.

Jon Lord : 1941-2012.

(foto : Jon Lord at Granby Halls, 1976)