OS ÚLTIMOS ACORDES DE ESBJORN SVENSSON

12 abril, 2012
O famoso estúdio 301 em Sydney, Australia, foi o espaço alugado pelo trio E.S.T. por dois dias durante uma turnê do grupo em 2007 com o objetivo de criar novas músicas e novo material para trabalho futuro. Foram 9 horas de gravação que foram editadas após a morte do lider do grupo Esbjorn Svensson em 2008.
Alguns destes registros originaram o album Leucocyte (2008, ACT).
Três anos mais tarde, Dan Berglund e Magnus Ostrom revisaram o que restou do material gravado e junto com o engenheiro de som Ake Linton selecionaram as gravações para o inédito album 301, cujo nome faz referência ao estúdio onde os takes foram gravados.

Para os fãs do trio, como eu, uma alegria imensa a edição e lançamento destas gravações, afinal o grupo foi um dos mais extraordinários surgidos nos últimos tempos, pela inovação, pela originalidade e pela nova roupagem dada ao tradicional. A magia do piano de Svensson contorceu o ouvido dos mais puristas, afinal o moderno sempre soou estranho quando o assunto é Jazz, e isso independe da época e do músico.
A música de Svensson é única. Conquistou seguidores como os guitarristas Ulf Wakenius e Pat Metheny, o trombonista Nils Landgren e a cantora Viktoria Tolstoi, que prestaram tributos ao líder. Inclusive em julho do ano passado foi realizado no Jazzbaltica Festival, Alemanha, um tributo a Svensson com a participação de Metheny, Landgren, Viktoria, Leszec Mozdzer, Yaron Herman, Vjay Iyer e Lars Danielsson, o que mostra o respeito e a admiração pela música desse gênio.

301 vem consolidar o trabalho do trio e torna-se mais um registro obrigatório para quem curte a música do E.S.T.