HUBERT SUMLIN MORRE AOS 80 ANOS

06 dezembro, 2011
Hubert Sumlin, o guitarrista de Howlin Wolf que influenciou Clapton e Hendrix, morre aos 80 anos.
A matéria abaixo foi publicada no Washington Post (tradução livre) e você pode ler o original aqui

por T. Rees Shapiro

Hubert Sulim, o guitarrista de blues que protagonizou os licks e solos entusiasmados dos sucessos de Howlin’ Wolf nos anos 50 e 60 e que mais tarde influenciou os trabalhos de Clapton, Hendrix e Stevie Ray Vaughan, morreu em 4 de dezembro em um hospital de Wayne, New Jersey. Ele tinha 80 anos.
Seu agente, Hugh Southard, disse que ele teve um ataque do coração.

Sumlin estava entre os últimos de uma geração de músicos que ajudaram a modernizar o blues com a guitarra elétrica.
Embora seu nome não ser tão conhecido, Sumlin era considerado uma lenda do blues cujo virtuosismo inspirou os Rolling Stones, Led Zeppelin e Allman Brothers.
A revista Rolling Stone o ranqueou na posição 43 dos 100 maiores guitarrista de todos os tempos (Sumlin estava localizado acima do guitarrista Slash e o pioneiro do rock´n´roll Buddy Holy).
Nascido no Mississipi, Sumlin tocou seus primeiros acordes em um comprimento de corda amarrada em dois pregos ao lado de sua casa. E foi nessa onda, que ele chamou de “diddley bow”, que Sumlin começou a desenvolver seu próprio estilo, trêmolo, que tornou-se sua assinatura.
Outros guitarristas são inspirados por ele, mas ninguém soava como Sumlin”, disse Bob Margolin, guitarrista da banda de Muddy Waters.
E foi a mãe de Sumlin que mais tarde comprou uma guitarra de verdade com seu salário semanal em seu trabalho numa agencia funerária.
Sumlin tinha 10 anos quando foi a um bar local ouvir um dos seus ídolos - Chester “Howlin’ Wolf” Burnett. Proibido de entrar no bar, Sumlin empilhou várias caixas de madeira até uma janela para que pudesse olhar o que rolava lá dentro, porém as caixas balançavam tanto que Sumlin caiu através da abertura da janela e foi parar no palco na frente de Howlin Wolf, um cara grandalhão e com aquele vozeirão. O cantor ficou impressionado com a dedicação de Sumlin com sua música e pediu que fosse colocada uma cadeira no palco para o mais jovem fã. Ao final da apresentação, Wolf levou Sumlin para casa.
Em uma de suas entrevistas para a revista Worcester, Sumlin recorda a conversa de Wolf com sua mãe – “Olha aqui, não o castigue. Um dia, Mrs Sumlin, tenho certeza que ele tocará comigo. Ele é diferente, será um músico e será uma boa pessoa”.
Sumlin, que não escapou do castigo da sua mãe, manteve contato com Howlin Wolf e juntou-se a sua banda em Chicago no ínicio dos 50 e se estabeleceu como guitarrista e um parceiro criativo. Os licks de Sumlin em “Killing Floor,” “The Red Rooster” and “Smokestack Lightning” são considerados clássicos do Blues.
Apesar do seu bem sucedido trabalho com Wolf, Sumlin disse que foi demitido por mais de 100 vezes, numa dessas ocasiões Wolf o demitiu na frente de uma platéia de mais de 700 pessoas alegando que Sumlin estava tocando muito alto e interferindo em seu vocal. Sumlin foi para casa e começou a tocar sem o uso de palhetas, usando apenas os dedos.

“Eu podia sentir a alma e a dor, podia sentir tudo e isso me fez bem”, disse ele para a revista Guitar Player em 2005."

Sumlin voltou para a banda de Wolf e tocou com o grupo até sua morte de 1976.
Após décadas na sombra de Howlin Wolf, Sumlin lutou para engrenar sua própria carreira solo. Lançou vários álbuns solo e recebeu muitas nomeações ao Grammy em 1990.
No meio dos 2000, Sumlin lançou o álbum “About Them Shoes”, que foi produzido por Keith Richards.
Em uma entrevista com o guitarrista, Sumlin explicou o título do álbum dizendo que seu pai ajudava a pouca renda da família com destilação de uísque no meio do pântano e um dia esbarrou com seu pai durante uma operação e quando perguntado o que era aquele equipamento seu pai disse – “Como você acha que calça suas meias ? como você acha que calça seus sapatos?

Hubert Charles Sumlin nasceu em 16 de novembro de 1931 em Greenwood, Mississipi, e cresceu em Hughes, Arkansas. Quando era um adolescente, sua habilidade na guitarra o permitia se apresentar nos bares locais. Ele chegou a formar um grupo com o gaitista James Cotton.
Sumlin casou inúmeras vezes e uma completa lista de suas esposas não pode ser determinada.
Apesar de uma relação estreita com Howlin Wolf, sua amizade com ele era muito sólida, disse ele uma vez ao Milwaukee Journal Sentinel  – “... nós tínhamos pelo menos umas duas brigas por ano, numa delas ele me deu um soco e eu também dei-lhe uns socos ... um dia após a briga ele teve que consertar seus dentes e os arrumou com ouro, e ele ficou melhor que antes eu lhe dar porrada”.