ELAS : SAMANTHA FISH

12 setembro, 2011
Esta menina chama-se Samantha Fish.
Com uma pegada mais rock´n´roll, toca guitarra e canta que nem gente grande.
Descobriu a música nos seus 14 anos se amarrando às baquetas de uma bateria, o que a fez se cansar de tantas reclamações do barulho quando estudava. Por sorte teve a influência e inspiração de seu pai, que tocava guitarra e tinha o instrumento em casa; e a transição foi imediata. Teve em seu próprio pai um primeiro professor a quem a ensinou os primeiros acordes e a escala pentatonica. A partir daí ela se incorporou como guitarrista e foi atrás das transcrições, começou a tocar junto com as músicas que ouvia no rádio, sempre a guitarra em primeiro plano, e nunca se imaginava como cantora.
Lembra a menina dos seus primeiros acordes de "Texas Flood": "Eu tenho que aprender isso". Mas ela foi perseverante, e como haviam muitas jams de blues em Kansas City, sua cidade, ela tocava sempre que encontrava espaço até que surgiu uma oportunidade inesperada de participar do Legendary Rhythm & Blues Cruise em janeiro de 2010, primeiramente como convidada sem nenhuma intenção de tocar, mas a baixista do Trampled Under Foot, Danielle Schnebelen ficou doente e teve que deixar o cruzeiro, e Samantha estava ali na hora e lugar certos.
Lembra o baterista do grupo e irmão de Danielle - “Samantha era uma pessoa muito querida e não queria tirar nenhum benefício da situação. Disse a ela que era um dos maiores eventos de blues do mundo e que seria foco de atenção de pessoas muito importantes”. E ela partiu pro palco com a banda, e a emoção desta menina foi intensa e ela só lembra que tudo que via eram seus cabelos voando sobre o rosto por causa do vento da velocidade do cruzeiro, tão concentrada em tocar guitarra que nem conseguia pensar em quem a estava assistindo. E impressionou. Curtis Salgado a chamou para se apresentar com sua banda no Blues From the Top Festival in Winter Park, Colorado, em 2010, onde ganhou seu principal fã e atual produtor, o guitarrista Mike Zito, que afirma - “Samantha coloca alma em tudo o que faz e você acredita em cada nota que ela toca e canta”.

A menina tem ainda muita estrada pela frente, que vai se rechear de alegrias, tristezas e angustias que ainda vão se transformar em música.

samanthafish.com/